MUSEU DE PALEONTOLOGIA Dinossauros inspiram sonhos de crianças em Iguatu

Você deve ler

O universo da paleontologia costuma provocar verdadeiro fascínio em crianças, basta você ir a um local que tenha um dinossauro como esses que a gente ver expostos em shoppings e muitas vezes esse fascínio se transforma em conhecimento de fato, como é o caso da criança Ramon de Souza Pereira, filho de Clizeldo Pereira da Silva e Maria Socorro Santana de Souza Silva que com 7 anos de idade montou um museu de paleontologia em uma casa desocupada da família.

“Quando crescer, quero ser paleontólogo”

A declaração convicta do pequeno Ramon de Souza Pereira, é muito comum entre as crianças do Brasil, ondo tem muitos importantes sítios paleontológicos em várias regiões do país, incluindo a região do cariri no interior do estado do Ceará.

Ramon tinha 7 anos de idade, quando, no ano passado, ganhou de presente de uma vizinha um dinossauro pequeno, depois disso, pediu outro dinossauro a um primo que lhe deu mais dois, sendo um de tamanho grande.

“Eu tinha 7 anos quando e após receber os presentes de um brinquedo de dinossauro comecei a gostar, fiquei obcecado. Pesquisava em livros, assistia a filmes, reportagens, queria aprender os nomes, os hábitos, tudo”, conta o estudante, Ramon de Souza Pereira, de 8 anos, que mora na comunidade do Cardoso I, zona Rural de Iguatu.

Bianca Pereira, tia do menino, observando o interesse do sobrinho por dinossauros levou-o, no ano passado – no Dia das Crianças-, para conhecer o museu em Santana do Cariri. “Na ocasião ele aprendeu muita coisa e a gente retornou para casa e no dia 15 de outubro de 2021, que é a data que começou tudo. Nessa data, ele começou a fazer uns desenhos nas pedras, e colocou exposto dentro da casa da minha vó, falando que essas pedras eram fosseis dos dinossauros que tinham o que tinha sido encontrado aqui. E assim o museu foi se formando com o apoio de outras crianças como Yan Lucas, Rener, Cristofy, que acabaram se apaixonando pela ideia de Ramon”, destacou sua tia Bianca Pereira.

O referido museu ganha força após vídeo circular nas redes sociais do Iguatu.net e nas redes sociais da família do idealizador do empreendimento cultural.

Recentemente os diretores Regional da URCA, vieram conhecer a estrutura do museu.

Natália Bastos, diretora da URCA Regional, o Marcelo Ximenes, diretor adjunto, ficaram encantados com a dimensão do museu.

 “Nós estamos aqui super encantados porque essa meninada é muito inteligente e muito esperta. Surpreende demais, a gente aprende com essas crianças. Então, para nós da Universidade Regional do Cariri, foi uma surpresa, uma alegria, vermos que aqui no Cardoso I, zona rural de Iguatu, existe um museu de paleontologia. Isso é muito importante. E ao chegarmos, percebemos a criatividade, o desejo de aprender, de conquistar a habilidade dessas crianças em falar, em apresentar tudo. Um museu muito organizado,”  finalizou Natália Bastos.

Serviço:

A sede do Museu de Paleontologia Ramon de Souza Pereira, fica localizada no Cardoso I, distante á 9km da sede de Iguatu e estar aberta ao público durante a semana no período da manhã e no sábado e domingo durante os dois expedientes.

spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Nome

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ
spot_img
PUBLICIDADES
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Anuncie a sua empre aqui

anuncie sua empresa aqui

Rádio

Rádio

Postagens Relacionadas

spot_img