Ministro da Saúde confirma que morte de adolescente não está relacionada à vacina, diz jornal

Você deve ler

 

O Ministério da Saúde (MS) concluiu que a morte de uma garota de 16 anos não ocorreu em devido a reações adversas da vacina Pfizer, em São Bernardo do Campo, em São Paulo. Relatório da pasta mostra que a causa do óbito foi uma doença autoimune chamada “púrpura trombocitopênica trombótica”, conforme já havia apontado estudo da Secretária de Saúde do Estado. 

As informações são da Folha de S. Paulo. À coluna da jornalista Mônica Bergamo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que “não dá para estabelecer uma vinculação”. A jovem morreu no último dia 2. 

O ministro acrescentou, ainda, que, “mesmo que o caso esteja vinculado ao imunizante, isso não invalidaria a vacinação [de adolescentes]”.

Via: Lindomar Rodrigues

Foto: Divulgação

#MinistrodaSaúde #mortedeadolescente #vacina

spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Nome

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ
spot_img
PUBLICIDADES
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Anuncie a sua empre aqui

anuncie sua empresa aqui

Rádio

Rádio

Postagens Relacionadas

spot_img